BLOGS DO PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

quarta-feira, 30 de junho de 2010

EREZINHA DE JESUS COSTA CÂMARA BRITO - 27


TEREZINHA DE JESUS COSTA CÂMARA BRITO, natural de Apodi, nascida em 29 de novembro de 1964, filha de Raimundo Nonato da Costa, conhecido popularmente por “RAIMUNDO DO CAFÉ” (04/05/1931 – 12/8/1999), filho de Pedro Francisco da Costa e de Ana MARIA DA Costa; e de Maria do Carmo Câmara da Costa, natural de Apodi, nascida em 29 de setembro de 1939, FILHA DE Pedro Augusto Virgínio e de Maria Vinda de Oliveira. Era casada com Iremar Ribeiro de Bento, natural de Lagoa Nova-PB, com três filhos: TAIS CÂMARA DA COSTA (14/7/1990), TAMISE CÂMARA COSTA e ISADORA CÂMARA DA Costa. Formou-se em História pela Universidade Estadual do Rio Grande do Norte, recebendo seu diploma em 18 de dezembro de 1990. Ensinou de 1985 até o seu falecimento na Escola Estadual Antonio Dantas, em Apodi. Faleceu em 05/11/2003, em um gravíssimo acidente automobilístico acontecido no início da noite, na Br 450, próximo a fazenda Primazia, Apodi. Um grupo de professores da 13ª Diretoria Regional de Ensino e Desporto (DIRED) que vinha da cidade de Felipe Guerra em um carro tipo Kombi bateu de frente com um outro veículo tipo C-10 que vinha na contramão. O motorista da C-10 estava bêbado. Logo após o acidente, o motorista que causou a tragédia fugiu do local.

As professoras estavam em Felipe Guerra realizando tarefa referente à 13ª Dired. Dentre as ações, elas participaram de uma reunião com os professores de Felipe Guerra e de uma distribuição de merenda escolar na zona rural..

A professora Terezinha de Jesus Costa de Brito, que vinha na frente com o motorista José Alves Soares, morreu na hora e seu corpo foi levado para o ITEP-Instituto Técnico–Científico de Polícia, em Mossoró. O motorista, juntamente com o grupo de quatro professoras (Aldeniza de França Torres, Maria Janira de Carvalho e Raimunda Ferreira Freire ) e mais o funcionário do setor financeiro da Dired de Apodi, Luís Antonio Freitas Jácome, foram levados para o Pronto Socorro do Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró. Das vítimas não fatais a que ficou em estado grave foi a diretora do Dired, Raimunda Ferreira Freire.

MARIA ISABEL DE NORONHA - 28

JOSÉ LEITE - 29

JOSÉ LEITE, natural de APODI, nascido a 2 de maio de 1916, filho de Lino Leite e Francisca das Chagas Lima. Casou-se em 18 de abril de 1948, com Maria de Lourdes Lopes, filha de Antonio Lopes Filho e de Armandina de Góis Lopes.Poeta dos bons. Seus Primeiros versos, dedicados à sua filha mais velha, MARIA JOSÉ. Escreveu contos, crônicas e ‘causos’ Pitorescos, além de um trabalho Histórico sobre a ocupação de APODI, o desenvolvimento de MOSSORÓ, História do sal no RGN e um dicionário sobre os Termos regionais. Era funcionário do IBGE, técnico de Contabilidade, bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais, e Estatísticas. Faleceu em BRASÍLIA no dia 2 de abril de 1997, devido a um grave acidente Registrado em 26 de março de 1997.

TRABALHOS PUBLICADOS

Monografia dos municípios de Apodi/RN e Caicó/RN; resumo histórico dos termos de Prisão, Hábito e Tensura dos índios Paiascus, do Apodi/RN; e notícia sobre o gesso de Mossoró, constante de ata da Câmara Municipal de Apodi/RN, de 1853; além de notícia sobre uma pesquisa a respeito do Padrão de Vida em Mossoró, todos no Boletim Bibliográfico da Biblioteca Pública Municipal de Mossoró e Flagrantes das Várzeas do Apodi

OSÉ MARTINS VASCONCELOS - 30


JOSÉ MARTINS VASCONCELOS, natural de Apodi, nascido a 11 de novembro de 1874, filho de Gaudêncio de Góes Vasconcelos e de Antonia Maria da Conceição. Ainda muito moço foi para Mossoró a fim fé procurar trabalho e estudar. Ali iniciou sua vida, desenvolvendo atividades modestas: foi vendedor de jornais, alfaiate, músico, para depois ingressar no jornalismo, dedicando-se ao mesmo tempo a serviços tipográficos, instalando uma tipografia, “O NORDESTE”,. Participou ativamente de todos os movimentos literários e políticos de sua época, fundou jornais, fez teatro, criou bandas de músicas, escreveu e publicou os seguintes livros: “Saltérios de Saudade” (poesias), “Renovos D’Alma” (POESIA), Histórias do Sertão (contos), “Goivos” (poesia). Em 1915, Martins criou o seu primeiro periódico, intitulado “A CRISE”. Todavia, após fundar “O NORDESTE” em 16 de novembro de 1916 é que começou realmente a mostra o valor de sua emocionada e justiceira pena, em defesa do que ele achava justas reivindicações. Este jornal de circulação bimestral circulou até o ano de 1934. Faleceu sua residência em Mossoró, na Rua 30 de Setembro, nº 46. no dia 22 de dezembro de 1947, aos 73 anos de idade, onde viveu e desenvolveu suas atividades de jornalistas, poeta, músico, comerciante e intelectual. Martins Vasconcelos foi sócio do INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO DO RIO GRANDE DO NORTE e membro efetivo da ACADEMIA NORTE RIO GRANDENS e Patrono da Academia Apodiense de Letras, cadeira nº 30. É o autor do Hino de Apodi.

Casou-se em primeiras núpcias com Francisca Libânia Vasconcelos. Com o falecimento desta, a 25 de setembro de 1903, casou-se com Dona Silvia Freire de Vasconcelos, com os seguintes filhos: Maria Silvia, Francisco, Rubem, Djalma, Selma, Luzia, Eponina e José. José Martins foi um dos únicos autodidata completo, porque aprendeu a ler e tudo mais, sozinho.

JOANA ESTER SOARES - 31


JOANA ESTER SOARES, natural de Apodi, nascida em 10 de fevereiro de 1904 e faleceu em 27 de outubro de 1961, filha de Felix de Souza Soares e de Benvinda Maria da Conceição. Joaquina de Benvinda, como era chamada popularmente. Professora enérgica da palmatória. Recebeu suas únicas instruções da professora Natércia Leite. Trabalhou durante 30 anos ensinando na própria casa e muitas das vezes sem visar recompensa pelo valioso serviço prestado à comunidade. Ela foi uma grande educadora que, apesar do método autoritário promoveu o saber aos que procuravam. Era católica praticante, fazia parte de associações da igreja, colaborava com as promoções sociais e festivais da paróquia. Era uma bairrista extremista em defesa de sua terra Apodi. Ficou conhecida como a mais enérgica professoara particular de Apodi, imprimindo respeito e temor aos seus educandos. Foi a primeira catequista apodiense
Era casada com Antonio Ferreira Pinto, filho de Antonio Ferreira Pinto e Maria Luiza de São Braz Beltrão. Seu nome ficará eternamente na lembrança do povo apodiense, hoje é nome de Rua e patrona da cadeira nº 30 da Academia Apodiense de letras, representada por Neuremberg Ferreira de Souza.

ANTONIO DANTAS DE MORAIS - 32


ANTONIO DANTAS DE MORAIS – natural de Apodi, nascido em e faleceu em 30 de novembro de 2004

25/11/2004 - Ocorreu a maior tragédia de todos os tempos na cidade de Apodi, por volta das 16 horas, na BR 405, Km 75, saída para Mossoró o ônibus que transportavam vários estudantes e professores para a Escola Zenilda Gama, conduzido pela pessoa conhecida por João Batista Sobrinho o “Aleijado”, de propriedade de Geraldino dos Correios, colidiu violentamente com o ônibus da empresa Jardinense, dirigido por Janduís Feliciano, 53 anos, que trafegava no sentido Mossoró/Apodi. O ônibus da Jardinense freou apenas uma roda dianteira, contribuindo para o choque. O “Aleijado”, que vinha do Centro para a escola, no sentido de Mossoró, percebeu quando um carro pequena vinha no sentido contrário, “e quando o carro passou ele avançou. Só que o ônibus vinha logo atrás e ele não percebeu. João Aleijado ainda tentou passar, mas não foi possível evitar o acidente.

No local, morreu o estudante Melquisedeque Medeiros de Assis, 13, e no Hospital Regional Hélio Morais Marinho, em Apodi, morreram Anatália Cristina Fernandes Holanda, 13, Odair José Carvalho Freire, 22, Erlana Rodrigues de Morais, 12 e Francinara de Castro Pinto. No Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró, no dia 30 de novembro, professor Antônio Dantas de Morais, o ‘”Toinho Professor”, totalizando assim 6 mortos.

FRANCISCO FERREIRA PINTO - 33


FRANCISCO FERREIRA PINTO - Natural de Apodi-RN, nascido a 17 de abril de 1895, filho de CASSIMIRO FERREIRA PINTO e de VICENCIA GOMES DE OLIVEIRA.foi o mais habilidoso Político do Apodi em todos os tempos.Foi eleito várias vezes Aos cargos de deputado estadual e presidente da Intendência Municipal. Foi eleito o primeiro prefeito Constitucional de Apodi, no dia de 1928,Tomou posse no dia lº de janeiro de l926, cujo mandato foi Interrompido em 9 de outubro de l930, devido A resolução de 1930.No ano de 1927 foi preso, por um grupo de Cangaceiros que veio ao Apodi com finalidade de Assassina-lo, por questões de ordem Política surgidas pela passagem da eleição do Primeiro prefeito apodiense,no mês de julho de l933 foi Intimado a comparecer à presença do representante do Interventor MÁRIO CÂMARA, em APODI, BENEDITO SALDANHA para justificar suspostas críticas por ele feitas, ao sistema de Governo que estava sendo adotado no Estado,ficando Preso numa das celas da cadeia pública de Apodi.

No dia 2 de maio de 1934, foi assassinado no seu próprio lar.

Quem sou eu

Minha foto
ESTE É O 9º BLOG DO PORTAL OESTE NEWS, CRIADO PELO STPM DA RR PM JOTA MARIA, DA GLORIOSA E AMADA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE

PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

PORTAL TERRAS POTIGUARES  NEWS
A SUA ENCICLOOPÉDIA DIGITAL, COM 10 BLOGS E MAIS DE 500 LINKS - A MAIOR FONTE DE INFORMAÇÕES ANTIGAS E ATAUAIS DO RIO GRANDE DO NORTE